MEC autoriza 30 novos cursos em rede privada


O MEC-Ministério da Educação autorizou a abertura de 30 novos cursos superiores em instituições privadas. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União, no dia 30 de maio. As instituições privadas de ensino superior que abrirão os novos cursos estão espalhadas por 11 estados brasileiros.

Para cumprir as condições de funcionamento, ou seja, para receber a autorização, as primeiras exigências são relativas ao projeto pedagógico da instituição, infraestrutura e ao corpo docente. Após o preenchimento desses requisitos e com a abertura das turmas, quando o curso tiver completado 50% da carga horária total, o reconhecimento deve ser solicitado ao Ministério da Educação, só assim haverá a validade nacional dos diplomas dos matriculados em cada curso.

Entre os novos cursos autorizados estão educação física, ciências contábeis, arquitetura e urbanismo, engenharias mecânica, civil, elétrica e ambiental, administração, teologia, gestão de recursos humanos, logística, entre outros. Distribuídos nas seguintes instituições: Faculdade de Pinhais/PR; Faculdade Integrada Três lagoas/MS; ABEU- Centro Universitário/RJ; Faculdade Anhanguera de Rondonópolis/MT; Faculdades Integradas de Vitória de Santo Antão/PE, entre outras.

Toda IES – Instituição de Ensino Superior deve por lei pedir autorização ao MEC para abertura de novos cursos, com exceção das Universidades e centros universitários, estes são dotados de autonomia, porém devem informar ao Ministério para posterior avaliação e reconhecimento.

Quando os cursos são de Medicina, Odontologia, Psicologia e Direito, mesmo nas universidades, a Secretaria de Educação Superior considera a manifestação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil e do Conselho Nacional de Saúde no processo de autorização dos cursos.

Confira as Instituições de Ensino Superior e os cursos cadastrados na página do MEC.

About Roberta Clarissa Leite

Roberta Clarissa Leite é jornalista e radialista, com 10 anos de experiência em radiofonia, é pesquisadora de literatura popular do nordeste brasileiro. Lançou em 2010 o documentário Nordeste que Rima, premiado pelo Ministério da Cultura do Brasil. Uma de suas paixões é viajar e compartilhar suas experiências com o público, além de estar sempre interessada em aprender novas línguas.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.