Como escolher seu curso de pós-graduação


Como escolher seu curso de pós-graduaçãoUma especialização acadêmica deixou de ser diferencial, no currículo profissional, e tem galgado altas honrarias de necessidade para disputar os melhores cargos no sempre acirrado mercado de trabalho.

Um dos motivos para isso foi que a exigência de uma especialização é consequência direta da multiplicação das universidades e o número de diplomas universitários emitidos nos últimos anos, dando mais oportunidades aos jovens profissionais e deixando a disputa pelas oportunidades disponíveis, ainda mais competitiva.

Mas uma questão que pode trazer ainda mais interrogações na cabeça do universitário recém-formado, ou já diplomado há anos, é a escolha do curso de pós-graduação. Diante da dificuldade, muitos perdem excelentes oportunidades, enquanto não se decidem sobre qual rumo tomar para obter sucesso profissional.

 Como escolher o melhor curso de pós-graduação

Antes de mais nada, é preciso que o candidato conheça a fundo a sua área de atuação. Assim, fica fácil fragmentar o segmento e encontrar as aplicabilidades do ramo e de que forma criar um caminho de especialização.

Os cursos de pós-graduação, por sua vez, se dividem em duas categorias bem distintas: os lato sensu e os stricto sensu. O primeiro é tido como os cursos de especialização e, também, o MBA, que garantem aperfeiçoamento do conhecimento, dando ao aluno a capacidade de enxergar o mercado no qual anseia trabalhar. Seus cursos têm duração de 360 horas, de acordo com a legislação vigente.

Os cursos stricto sensu compreendem os mestrados e doutorados. O primeiro garante ao aluno o preparo acadêmico, criando pesquisadores gabaritados para explorar a sua área de atuação ou, ainda, para gerar docentes de alto nível para o ensino superior. A pesquisa científica também é amplamente procurada. E, por fim, o doutorado, que refina o grau de conhecimento do aluno e visa dar mais qualidade às teses inéditas das quais os candidatos são exigidos a produzir.

Há, ainda, o pós-doutorado, uma nomenclatura que é concedida, comumente, pelas universidades mais conceituadas do país, ou mesmo estrangeiras.

As diferenças entre lato sensu e stricto sensu

Em primeira instância, compreende-se que o mestrado e o doutorado trabalham com mais exclusividade as áreas do saber, enquanto os cursos de especialização e o MBA (lato sensu) brindam os alunos com o conhecimento valorizado do mercado de trabalho, preparando os universitários para o mercado de trabalho.

Para escolher o curso mais adequado às suas escolhas acadêmicas, atente-se às recomendações:

  • Verifique se há registro da instituição no MEC;
  • Os diferenciais do curso e a projeção que ele pode dar à sua carreira devem ser levados em conta;
  • Confira as capacitações do corpo docente do curso, bem como o coordenador do curso;
  • A avaliação da CAPES é um diferencial importante que o aluno deve se atentar.
  • Certifique-se de que o curso atende às suas expectativas – tanto as pessoais quanto as profissionais.

Dessa forma, não há como o aluno se frustrar e desejar ter escolhido outro caminho. Mas todas as decisões devem ser tomadas com muita ponderação e levando-se em conta que trata-se de uma decisão para o futuro profissional de cada um deles.

About Jeniffer Elaina da Silva

Jeniffer Elaina trabalha como Editora freelancer, tendo mais de cinco anos de experiência em escrita e revisão de artigos para web. É formada em Marketing com pós-graduação em Administração de Empresas na FGV Bauru. Sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e aprender um pouco mais a cada dia.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.